Livros, cupcakes e sorvete de tangerina – Parte II

No dia seguinte, Jéssica acordara decidida a chamar a atenção de Álvaro durante o encontro no almoço. Mal sabia ela que Álvaro trabalhava para a editora rival, e que assim como ela precisava de uma história para escrever. Ao longo do expediente da manhã, a editora recriava situações em sua mente para ensaiar as melhores formas de deixar seu alvo interessado. Continuar lendo Livros, cupcakes e sorvete de tangerina – Parte II

Livros, cupcakes e sorvete de tangerina – Parte I

Na sala de reuniões da Editora Lobos, comemorava-se a nomeação do novo presidente, Sérgio Lobos, ou “o guerreiro” como Jéssica costumava ironizar junto aos funcionários da empresa. Seu novo chefe nada mais era que o herdeiro da renomada família conhecida pela longa existência no mercado literário. Continuar lendo Livros, cupcakes e sorvete de tangerina – Parte I

Sempre que dá certo

A gente sempre fica quando dá certo. Não é um compromisso que precisamos sempre honrar. Cada um tem sua vida. Ele vive na ponte aérea entre Ceará e São Paulo. E eu aqui, no meu cantinho, no meu lugar que amo viver. Esse lance já dura alguns anos. (quase uma década). Eu sinto um carinho especial por ele e sei que é recíproco. Não é … Continuar lendo Sempre que dá certo

A filha que eu fui

Eram sete horas da noite de sexta-feira, eu estava em meu quarto esperando que mamãe chamasse para o jantar, o que era estranho já que tudo sempre ficava pronto às seis. Resolvi ir até a cozinha, escutando a voz alterada de papai enquanto gritava com a mulher baixinha que ele costumava abraçar. Mas isso foi há muito tempo, tempo que eles não lembram mais.  Eu … Continuar lendo A filha que eu fui