O passado

Às vezes me procuro e já não me encontro mais.Tento recorrer ao passado, mas sou bloqueado pelo agora.Busco me reconectar ao que também foi belo.Então, percebo que não existe mais. Não guardei!Não arquivei!Não memorizei!Não zelei! Porém, sei que foi vivido.Pois, ainda sinto o cheiro da nossa parede de barro.O pote secava, mas logo era cheio de novo.Nossa mesa era grande: chão da cozinha. Aonde vim … Continuar lendo O passado

Eliseu, o menino que espalhava sonhos.

Homenagem ao Prof. Eliseu Eli Barbosa Certa vez, numa manhã dessas em que nem tudo parece dar certo, uma chuva fininha, calma e doce chamada Maria, encontra-se inesperadamente com um raio de sol que fugiu entre as nuvens que o escondia. Ele era apressado, forte e aventureiro chamava-se Joaquim. Ao longe, algumas crianças brincavam e cantarolavam: “Sol e chuva, casamento de viúva… chuva e sol … Continuar lendo Eliseu, o menino que espalhava sonhos.

A saudade é a mesma de agora

Hoje me invadiu uma saudade. Calma!Não é saudade de ninguémAlém de mim e da felicidade de estar nas ruas de Fortaleza.Queria que amanhã chovesseQueria que chovesse bem forteAquela chuva grossa,Que o tempo fica tão nublado,E o céu parece pretoA escuridão que traz felicidade,Porque lavaPorque reúnePorque transborda alegriaPorque nos permite sentirAquela chuva que todos saemProcuram suas biqueiras favoritas e lavam os cabelosEmprestam seus shampoos,Fazem espumas demaisE … Continuar lendo A saudade é a mesma de agora

O LICEU

  Foi apressado cobrir a xícara de café com a tampa da cafeteira. Estava atrasado, irritado, ansioso e acometido por mais um turbilhão de sentimentos e hormônios. Mal conseguira dormir de tanto verificar e reverificar a mochila. Tomou banho, lavou os longos cabelos, vestiu-se rapidamente e foi tomar café. Quinze longos minutos se passaram sob o olhar rigoroso de sua mãe, cada mordida no pão … Continuar lendo O LICEU

Rogái por nós, São José

Passando por aqui eu lembro da minha infância, quando eu vinha pra praça na festa de março – é assim que a gente chama o período da novena de São José, padroeiro do distrito –, todo mundo via a lotação de gente vindo de todas as comunidades das localidades próximas, vindo de tudo que era jeito, de pé, de carro, pau-de-arara fretado, mas vinham. Anterior … Continuar lendo Rogái por nós, São José