Retomando o Corpo

Por Lidomar Nepomuceno. Mãos ao luar,Olhos no teto,Pensamentos no peito.Sentindo no corpo,Sentido do corpo,Meu corpo eu,Me pertenço. Sentidos,Tato do verbo que me movePretérito ser que se faz ameaça presente.Não renova o finado sujeito cativo de ontem,Nem de amanhã. Não mais que hoje,Se fez: fluido, volátil, veloz na lerdeza de ser e estar.Já é e ainda não.Na chegada do que nunca partiu, porque não fôra. Não … Continuar lendo Retomando o Corpo