Sentimentos de uma partida

A partida é uma dor que só a alma sente.
É alimentada pelos afetos intrínsecos
que a memória conserva no âmago daquilo que é mais sagrado,
Que ao mesmo tempo agrega e desagrega.

Perder-te foi dividir meus dias.
Às vezes, na tempestade, o teu lençol de bolinhas
É o meu guarda-chuva, meu cúmplice.
Nos dias ensolarados, permito-me sentir em cada raio o teu afago.

A dor é alicerçada, muitas vezes, no crepúsculo do amanhecer
Pois lá estava a tua imagem serena e otimista
Preparando um novo dia para teus pupilos
Daquele jeito, sem mágoas, vibrante e cheia de vida.

Me contento com a sensação de que estais bem.
Também, me permito a contribuir, uma hora e outra
Com algum soneto involuntário nas estradas sem fim
Das terras por onde passou.

2 comentários sobre “Sentimentos de uma partida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s