Não-oração

Sobra tudo aquilo que ainda falta 

Temperado pela lágrima contida 

Num estado de timidez

Enfrentei

O final que eu não quis

Mercúrio não adiantou

Vênus e Marte colidiram

Aos astros

Peço para que não retornes

Porque mudei de caminho

Eu não oro por uma direção

Esperei

Como se o momento certo existisse

Tentei nomear 

Quando outrora não era classificável

Fui avisada

Uma caixa de pandora que prendia

Liberdade aos meus monstros mestres!

No fundo do poço, a empatia

Fragmentada

Mil pedaços de uma alma insã

Que num encontro Lilith abraçou

Filha perdoada que agora se refaz

Aura colorida transcendeu a escuridão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s