Prometi que jamais ia falar de nós

Em uma manhã normal de uma terça-feira, senti seu cheiro, lembrei como você fazia falta. Fiquei ofegante por alguns minutos imaginando suas mãos tocando as minhas, é inverno em sua cidade e verão na minha, totalmente oposto quando nos conhecemos. Parece que foi descuido, por deixarmos soltos nossos sentimentos e assim sumir de vez. Apesar que aqui dentro ainda provoca umas pontadas, e juro que não sei bem o que seja.

Tem cinco meses que decidi por nós dois, que era melhor seguimos caminhos diferentes, já que uma distância bem significativa deixava essa única opção. Paraná e Ceará, convenhamos possui um absurdo em tudo. Esquecer não é fácil como imaginei quando disse que era melhor terminar. Pensei que não gostava tanto assim de você, como parecia. Mas pior que gostava sim. Era doloroso, dramático até quando você continuava insistindo em manda mensagens e por muitas vezes, atrapalhou alguns novos envolvimentos.

Me perdoe se lhe machuquei, o seu novo amor estampado nos seus stories diários deve nem imaginar tudo que você passou em minhas mãos. Não menti quando te puxei para o canto e disse que você era meu ponto fraco. Às vezes, só as vezes dar vontade de ligar pedindo desculpas e querendo recomeçar. Confesso, brinquei com seus sentimentos milhares de vezes, estava sempre nas mãos de outras pra te esquecer. Por mais louco que isso possa soar, você foi o amor mais bonito que senti. Nunca gritei para os quatros cantos desse mundo, porque você sabia que não era fácil, sentia medo de assumir.

O dia que sentou ao meu lado e quis conversar, doeu te ver daquele jeito desarmado. Poucas pessoas conseguem perfurar corações duros como o seu. Justamente esse dia que curiosamente decidi ficar. Queria te amar tanto quando você demostrava. Mas sua possessividade em controlar meus passos, meus abraços, meus desejos, não eram fáceis. Sim, estou jogando toda a culpa em suas costas. Porque te amei do meu jeito, não mencionava as palavras que você queria ouvir, mas conseguia tocar em lugares que sei que ninguém irá conseguir. Te mostrei meu lado mais bonito, perdoava todas as suas irritações exageradas.

Quantas recaídas tivemos depois de prometer que não ia mais acontecer? Quantas vezes negamos que restava tudo em nós? Me diz você já conseguiu substituir os toques das minhas mãos? Meus textos tem sempre uma pista sobre você.

Senti os pés mais firmes no chão, coração sangrando e sorriso de lado. Necessito que alguém me desafie, e você escolheu me entrega-se de bandeja e isso claramente me fez recuar. Prometi que jamais colocaria nós em papeis explicitamente, mas preciso confessar que amei e tenho medo que jamais encontre alguém que não tenha medo de entrega-se a mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s