A tal da saudade

Com esperança no futuro sem entender o sentimento saudade arriscou e foi, foi longe,no novo lar era diferente a cada passo dado, o tempo passou e agora sente em si o sentimento saudade, sente falta quando não sabia o que era.
Mas o que sente falta é da brincadeira de interior, de subir no pé das árvores, sem medo de cair, de brincar sem ter que se preocupar, a preocupação seria se fosse em casa saberia que não voltaria mais, pois sua mãe não deixaria, brincava como se não houvesse o dia de amanhã e todo dia as mesmas brincadeiras.

3 comentários sobre “A tal da saudade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s