O que me faz feliz?

Vi essa pergunta escrita na minha tela assim que acordei, em um card flutuante com um fundo rosa claro e desenho de rosas pequeninhas nas bordas, me assustei por não conseguir responder a ela em poucos segundos ou não conseguir inventar algo para colocar no espaço vazio destinado para a resposta.

Como essa pergunta apareceu na minha tela? Queria escrever mais, porém meu sistema de escrita funciona como um sistema de queixas, eu preciso que alguém ou alguma coisa me desperte o impulso de falar sobre aquilo, seja de uma maneira boa ou má, mas geralmente em forma de queixa: queria ou deveria fazer mais ou menos daquela “coisa” na minha vida. Esse texto mesmo agora que você lê possui essa estrutura, eu escrevendo conversando o que é engraçado porque eu não consigo sustentar dois minutos de conversa com uma pessoa real.

Então instalei um aplicativo que diariamente me envia uma pergunta aleatória e trivial sobre como foi meu dia, o que eu fiz, como eu estou e outras coisas da mesma categoria, nada que passe de uma linha e a essa pergunta de uma linha eu respondo com um texto de duas páginas de tristeza e piadas amargas, igualzinho as minhas conversas com meus amigos. E foi assim que um dia essa pergunta apareceu na minha tela, tão simples, tão direta e eu não sabia como responder. O que te faz feliz?

O dia ia passando, as horas correndo e eu não conseguia enumerar nada que me fazia feliz, nada mesmo, pareceu que tudo o que tinha na cabeça tinha sumido de repente e só restou a pergunta, correndo atrás de mim o dia todo, esperando que dissesse a minha resposta. Tudo o que eu lembrava vinha acompanhado de um outro lado e esse outro lado me fazia ficar tão triste que eu excluía aquela possibilidade e assim a lista que eu pretendia fazer continuava sem nenhum item.

Então eu fiquei triste, e essa pergunta continuava me acompanhando só que agora eu não me empenhava mais em responder, eu somente a ignorava, tentava tirar ela da minha cabeça com tudo que estivesse na minha frente: ouvir música, ler, falar besteira na internet, assistir série, ler e por último quando nenhum dos outros funciona mais a mais eficiente de todas as táticas (pelo menos pra mim) que é limpar a casa.

Resolvi organizar minha estante, os livros todos empilhados desde a minha última tentativa de colocar aquilo em ordem. Os livros foram bem fáceis, mas o que demorou mesmo foram as pastas com papéis que eu nem lembrava que um dia existiram. Achei tudo, tudo mesmo, a maioria foi para o lixo, não fazia mais nenhum sentido para mim e outros eu fiquei bem alegre de ter tido a iniciativa de ter jogado dentro daquela estante um dia. E então eu entendi o que aquela pergunta que havia passado o dia me assombrando queria me dizer, ela era um lembrete.

O que me faz feliz? Eu realmente ainda não sei dar uma resposta concreta a isso no momento, o que me faz feliz é como um estalo de eletricidade correndo da ponta do meu pé até a minha cabeça, é uma vontade de sair correndo sem parar em linha reta, é meio como se sentir sem medo, é muito bom, faz tempo que não me sinto assim e talvez por isso que tudo o que lembrava que me fazia feliz vinha com um lado triste e eu não queria olhar para esse lado, não queria ter que procurar novas alegrias.

Resolvi então tentar manter uma lista diária com aquilo que me fez feliz naquele dia, por menor que seja e já mantenho esse registro há um mês, desenho um pequeno coração e em seguida escrevo uma palavra ou em dias que me sinto mais comunicativa uma frase. Ainda não consigo definir especificamente o que me faz feliz mas consigo dizer os momentos em que fui feliz e a agonia dessa pergunta não me acompanha mais, e você, o que te faz feliz?

Um comentário sobre “O que me faz feliz?

  1. eu lembrei que me fazia muito feliz quando tu desenterrava um gift da bolsa lá no bosque e a gente pegava café na recepção do IF ou comprava na banca do gil, esses e outros estalos elétricos que eu gosto de lembrar (;

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s