Obstáculos e desilusão amorosa

Primeira parte.

A história que vou contar é a história de Maria, moradora da cidade de Fortaleza e cadeirante.

Um belo dia Maria saiu para ir ao banco pagar uma conta, ela então foi empurrando sua cadeira de rodas até lá. No seu trajeto tinha um buraco. No mesmo momento em que Maria se aproximava do buraco alguns metros um jovem vinha passando e viu o obstáculo na rua, mas ele desviou do buraco e seguiu sem notar que Maria passaria logo a atrás.

O jovem conseguiu se desviar do buraco, mas Maria não, pois sua cadeira iria travar; então ela ficou alguns minutos pensando no que fazer, angustiada porque o banco estava perto de fechar e além disso o sol estava quente.
Finalmente ela vê um outro moço vindo em sua direção.

Maria: Moço, por favor! Poderia me ajudar a desviar desse buraco?!
Moço: Sim, claro!

Chegando em casa a amiga de Maria de nome Alice liga.

Alice: Oi amiga, estou indo te visitar hoje!

Maria: Venha! Quando você chegar farei um bolo.

Alice: Tá certo! Então até mais.

Após a chegada de sua amiga, Maria foi preparar o bolo: Ela então pega um pote de açúcar. O pote estava muito bem fechado e Maria não tinha força o suficiente para abrir, tinha problemas com coordenação motora.

Maria: Amiga, você poderia abrir pra mim esse pote?
Alice: Posso.
Então Maria começou a preparar o bolo.

Alice: Maria vamos ao cinema? Ver aqueles filmes de romance ou drama que a gente gosta.

Maria adorava um filme de romance; sonhava em encontrar um amor que lhe aceitasse do jeito que era.

Maria: Vamos, vou me arrumar.

Maria devido sua deficiência era um pouco devagar para fazer as coisas, então demorou um pouco.

Depois que o filme acabou e as amigas chegaram em casa, Maria falou.

Maria: Amiga vou baixar o Tinder. Será que dá certo achar um cara legal?

Alice: Não sei, acho que deveria tentar.

Maria então conheceu o Pedro e passaram dias conversando constantemente.

Pedro: Amei te conhecer Maria, foi a melhor coisa.

Maria: Eu também, Pedro, mas tem uma coisa que eu quero te contar. Acredito que você nem vai se importar por ser um cara legal.

Pedro: Diga!
Maria: Sou uma pessoa com deficiência, sou cadeirante.

De repente um silêncio na conversa e então a foto do WhatsApp do Pedro some do perfil. Maria havia sido bloqueada.

*

Eu sou uma Maria, de muitas Marias cadeirantes que existem por aí.

O que essa história te faz pensar?

Se quiser saber o próximo capítulo continue acompanhando.

7 comentários sobre “Obstáculos e desilusão amorosa

  1. Bem, no primeiro momento não pensei, apenas senti com Maria, essa expectativa e um entusiasmo em, com a arte do cinema, se permitir ao novo, se permitir sonhar com o amor, com novas experiências. E as vezes esse sentimento da esperança já muda nosso dia e como muda (inclusive, até lembrei desse sentimento que também tive com a personagem Macabéa de Clarice Lispector).
    Depois eu pensei em como o tinder não nos permite um aprofundamento, aliás, o algoritmo foi feito pra isso, para essa coisa vazia. Acho que prefiro pensar e poder sentir com a continuação do que pode vir depois: renovação da esperança de Maria. Claro, após ela ter o tempo de vivenciar e respeitar a dor/ chateação que deve ter sentido nessa e em outras vezes que aconteceu tal situação. E poder ler também sobre o dia que o amor vai encontrar Maria.

    Curtir

    1. Sim taissa de fato o filme que Maria assistiu deve ter mexido com seus sentimentos enchendo-a de esperanças. E concordo os apps de relacionamento são de uma certa forma limitados, mas é algo que facilita contato para pessoas que tem dificuldade em deslocamento. Que bom que a história de Maria te trouxe questionamentos mistura de sentimentos a minha intenção é essa em meus escritos. Desde já agradeço a interação.♥️ Aguarde os próximo capítulos grandes surpresas e emoções virão.

      Curtir

  2. Eu já passei pelo mesmo que a Maria. Afinal, eu também sou uma Maria! Mas, os App’s são ótimo quanto a aproximação. Daí, vem a roleta Russa, pode ser que seja uma pessoa legal, pode ser que não seja! Mas, quando tiver que rolar mesmo. A pessoa certa vai aparecer e não ligará nenhum pouco para condição física da outra pessoa… Enquanto isso é nunca desistir da gente!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s