Um sapato

Era uma manhã de domingo, Caroline saiu para dar uma volta pelo bairro Vila das Flores, andando pela rua observou a vitrine de uma loja, onde avistou um sapato vermelho que chamou muito sua atenção. Caroline então entrou na loja e experimentou o sapato que coube muito bem em seus pés; ele era bastante confortável e elegante. Ela usou o sapato no dia da sua formatura, no dia do seu primeiro beijo, até no dia em que sofreu sua primeira desilusão amorosa.

O sapato por ser confortável e elegante lhe passava confiança, por isso Caroline sempre estava com ele. Tempos se passaram e ela resolveu usar o sapato vermelho no dia do seu primeiro emprego. Mas ao calçá-lo percebeu que o sapato que ela tanto gostava estava apertando, causando feridas e incomodando muito, mas mesmo assim queria usá-lo e continuava com ele, mesmo que já não a coubesse mais. Até que um dia, Caroline resolveu não usar mais o sapato, mas o manteve guardado em seu closet. Mas sempre que abria-o e observava o sapato vermelho ali, aquilo lhe causava dor, saudades e lembranças de um tempo que não voltaria mais; tempos vividos com aquele sapato e todas as vezes que tentava lhe calçar e das dores que lhe causava devido ao aperto nos pés. Mas Caroline não conseguia se desfazer, e portanto, chorava.

*

Na vida muita das vezes ficamos presos a algo que já não nos serve mais; seja um relacionamento amoroso, uma amizade, as lembranças de um passado, e quase sempre tentamos nos encaixar nestas relações que já não nos cabe, relacionamento que nos causar dor, e acabamos ficando presos as coisas que ficaram no passado, nos impedindo de seguir em frente, e essas coisas vão nos causando dor e feridas calejadas.

Para Caroline, o que lhe atormentava era um sapato ao mesmo tempo que o que ela guardava também era o sapato. Te pergunto caro leitor, o que tens segurado em sua vida que você sabe que precisa se desfazer? O que tem te causado dor e lembranças que te ferem? Qual teu sapato? É necessário rebolar o sapato velho que não te cabe mais para o novo vir. Recomece! Rebole o sapato.

Rebolar: expressão cearense usada para dizer que vai jogar fora algo.

5 comentários sobre “Um sapato

  1. Crônica gostosa de ler e, ao mesmo tempo, uma sacudida na gente.
    Ah adorei ter usado a expressão cearense”rebolar” 😅
    Espero lê-la mais e mais vezes, é lindo ver tuas indagações, reflexões e aprendizagens assim, materializando-se na literatura.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s