Passional


Não consigo lembrar qual foi exatamente o primeiro, consigo lembrar de vários mas não do primeiro. Talvez não tenha sido tão importante…De qualquer forma para ser justa com a proposta irei contar o que chegou primeiro pedindo para ser exibido, digo exibido pois ele mesmo depois de ser posto ao olhar das convenções e códigos sociais que foram acumulados durante os anos ainda continua alegre de sua traquinagem, orgulhoso do seu pequeno feito.


Era de manhã, um sol amarelo clarinho despontava no céu e sorria pra mim, igualzinho ao sol do Teletubbies com cara de bebê que passava na televisão. Saí pra aula como se estivesse atrasada, apesar de morar a três quarteirões da escola tomava o caminho mais longo pra que esse momento de liberdade na rua demorasse um pouco mais antes de ficar presa naquela cadeira por umas quatro horas, nesse dia eu me lembro de ter conversado bastante com todos. Foi um dia feliz.


Então quando eu entrei na sala eu vi: uma caixa de giz de lousa colorido, rosa, amarelo, azul e verde eu nunca tinha visto nada tão revolucionário até então, o branco já não tinha mais graça: agora eu só queria cor. Amarelo pro título, o corpo escrito em rosa, as observações em azul e o verde pros destaques e desenhos pra ornamentar, mas não foi assim. Os gizes coloridos ficaram guardados na caixa a aula toda e a monotonia da lousa branca me frustrou o dia todo, como você tem cores tão bonitas e não as usa? Como você consegue usar o normal quando o espetacular está bem ali na caixa, tão ao alcance, esperando apenas que os use?


Somente no final da aula, depois de perceber os olhares curiosos que ela os usou. Nunca a tarefa de casa foi tão bonita, tão empolgante, escrevi na agenda como se a mensagem fosse sumir a qualquer momento. Ela percebeu minha voracidade, tia conceição sempre tão boa para mim, atenta as minhas necessidades me chamou na frente da lousa e perguntou: você quer apagar? quer usar a lousa? Eu nem falei, só acenei a cabeça um sim e corri pra pegar o apagador, apaguei. Escrevi meu nome e outras coisas que não lembro, todas em cores.


Aí vem o crime, sorrateiro aquela ação que acontece e só depois se vê. Enquanto tia Conceição guardava suas agendas e diários eu escondi em meu bolso pequenos pedaços de cor, peguei alguns toquinhos e os escondi bem fundo para que ninguém os visse enquanto isso o medo da vergonha correndo no rosto. Dei um adeus, peguei minha mochila e saí correndo pra casa, dessa vez não peguei o caminho mais longo fui direto pra minha casa esconder meu segredo. Mas então não escondi, risquei tudo o que pude com eles, gastei suas cores em todo o chão do meu quarto. Foi uma tarde feliz. A mãe chegou do trabalho viu o chão e me fez limpar o arco-íris.


No dia seguinte fui pra escola do mesmo modo que todos os outros dias, a diferença era a culpa escorrendo pelos olhos. Passei a aula toda calada, as cores me lembravam o que tinha feito, a vergonha do impulso batendo na cabeça, as mãos tremidas e então veio, tia conceição chamava pra apagar o quadro. Apaguei e saí pra pegar a mochila, tia conceição perguntou se não queria escrever, respondi que não precisava ir pra casa, ela me olhou e disse : me faz um favor? limpe a caixa de giz pra tia lá fora, pode ficar com os pedaços de giz que estão dentro. Ela olhou pra mim, eu olhei pra ela. Ela sempre soube, ela sempre sabia.

7 comentários sobre “Passional

  1. Poxa, Camila, li vexado. Vexado por uma linha chamar a outra na ansiedade de saber do que se iria concluir. Esse memórias dizem tanto, né? Sobre nós? Sobre os outros? Sobre o mundo? Pra mim disse muito. Quero mais.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Muito obrigada, o negócio é escrever corrido pra não dar nem tempo da pessoa querer ir embora. Escrever é mostrar uma parte de mim pros outros e nossa, como isso é difícil, mas é bom, sensação complicada. Eu não sei nem dizer como eu estou alegre de saber que vocês gostaram.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s