esses dias eu tava ouvindo DDGA e…

é engraçado, ainda que um pouco triste, mas teve um tempo que quase tudo que eu ouvia era sobre uma expectativa de amor e uma realidade de sofrimento de meninos gays brancos. de música, mas também de falas, que eu ouvia, internalizava, e me dizia ali também. nunca estive. digo engraçado porque, como que era isso né? se ver em umas parcelas tão reduzidas, tão … Continuar lendo esses dias eu tava ouvindo DDGA e…

No sigilo é melhor

“Vamo ficar só no sigilo, viu!? É melhor, pra ninguém estragar”. Ele disse isso como que para me manter interessada e iludida, crendo que nosso lance era único e verdadeiro. A real é que ele não queria estragar os seus outros esquemas. Pra isso, tinha que me fazer de trouxa como fazia com as outras. E eu, boba, ingênua e ridiculamente envolvida, caí naquele papinho. … Continuar lendo No sigilo é melhor

Despedida: “- A gente precisa terminar.”

Meu Deus, nunca imaginei que isso fosse tão difícil, eu já refiz essa cena na minha cabeça tantas vezes, por que pareceu que ficou mais complicado? Se tu soubesse o quão covarde é tu me olhar desse jeito, esse olhar apaixonado, esse teu jeito bobo de me fazer rir quando eu não quero, de saber quando eu tô mal, sem que eu diga uma única palavra, mas eu preciso fazer. Continuar lendo Despedida: “- A gente precisa terminar.”

Livros, cupcakes e sorvete de tangerina – Parte II

No dia seguinte, Jéssica acordara decidida a chamar a atenção de Álvaro durante o encontro no almoço. Mal sabia ela que Álvaro trabalhava para a editora rival, e que assim como ela precisava de uma história para escrever. Ao longo do expediente da manhã, a editora recriava situações em sua mente para ensaiar as melhores formas de deixar seu alvo interessado. Continuar lendo Livros, cupcakes e sorvete de tangerina – Parte II

A conexão

OiiOii, eu estou em caos Ah, eu também! Pois vem comigo então! Ok, não sei onde isso vai dar, mas tô me jogando… Uma sensação estranha sentir como se o universo estivesse parado naquela noite e só estava a gente. Não te conhecia, mas a sensação de que a terra tinha parado e a gente se conectando de uma forma muito rápida foi muito forte… … Continuar lendo A conexão